O Fraternista – Número 78

Acesse a edição completa em PDF.

Belo Horizonte • MG • setembro|outubro • 2017 • Número 78

 

69 ANOS DA MOCIDADE

Em setembro, a Mocidade Espírita Maria João de Deus completou 69 anos. Como de costume foi comemorado com uma festividade em uma de suas reuniões semanais, onde jovens da própria Mocidade e artistas espíritas convidados apresentaram: músicas, teatros, poesias e até mesmo artes gráficas.

O BOM SAMARITANO

Haroldo fez interessante contraste entre os personagens da narrativa de Jesus, naturalmente enraigados em seus papéis dentro da cultura judaica. Mais de 500 participantes assistiram ao Seminário PARÁBOLA DO BOM SAMARITANO.

 

CAFÉ COM ARTE

Aproximadamente 300 pessoas estiveram presentes ao“Café Com Arte”, fazendo parte do momento de confraternização e dando suas
contribuições. Espiritismo é alegria, disse André Luiz na obra Sinal Verde, lição 42, “festejar dignamente, em torno da fraternidade humana, para ajuda ao próximo, é uma das mais belas formas de auxílio.”

 

“Fé inabalável é aquela que pode encarar a razão, face a face, em todas as épocas da humanidade” Kardec

 

 

EDITORIAL

A educação espírita visa, como redarguiu Kardec, difundir o gosto pelos estudos sérios, fazer adeptos esclarecidos, capazes de espalhar as ideias espíritas. Além naturalmente, de despertar o gosto pelo conhecimento e levar o Espiritismo para fora da casa espírita, para a família universal.

Nos últimos meses o Grupo Scheilla realizou sete seminários com temática evangélico doutrinária movimentando o interesse de milhares de espiritistas que buscam compreender o sentido da vida, as dificuldades do dia a dia, os conflitos, as dores, as esperanças e consolações. Os seminários levam a uma avalanche de novos leitores que buscam no livro espírita o homem novo, de atitudes renovadas, com mudanças de hábitos, mais afável e conciliador. E vem aí mais dois seminários e a 22ª Feira do Livro que vão provocar múltiplas reflexões e mobilizar a comunidade ao perfil do Homem de Bem, assim definido no Evangelho segundo o Espiritismo, cap 17, item 3: O homem de bem é bom, humano e benevolente para com todos, sem distinção de raças, nem de crenças, porque em todos os homens vê irmãos seus.

Os bons espíritas

O Espiritismo não institui nenhuma nova moral; apenas facilita aos homens a inteligência e a prática da do Cristo, facultando fé inabalável e esclarecida aos que duvidam ou vacilam. Muitos, entretanto, dos que acreditam nos fatos das manifestações não lhes apreendem as consequências, nem o alcance moral, ou, se os apreendem, não os aplicam a si mesmos. A que atribuir isso?

A alguma falta de clareza da Doutrina? Não, pois que ela não contém alegorias nem figuras que possam dar lugar a falsas interpretações. A clareza é da sua essência mesma e é donde lhe vem toda a força, porque a faz ir direito à inteligência. Nada tem de misteriosa e seus iniciados não se acham de posse de qualquer segredo, oculto ao vulgo. Será então necessária, para compreendê-la, uma inteligência fora do comum? Não, tanto que há homens de notória capacidade que não a compreendem, ao passo que inteligências vulgares, moços mesmo, apenas saídos da adolescência, lhe apreendem, com admirável precisão, os mais delicados matizes. Provém isso de que a
parte por assim dizer material da ciência somente requer olhos que observam, enquanto a parte essencial exige um certo grau de sensibilidade, a que se pode chamar maturidade do senso moral, maturidade que independe da idade e do grau de instrução, porque é peculiar ao desenvolvimento, em sentido especial, do Espírito encarnado.

(Parte do item 4, capítulo XVII – livro O Evangelho segundo o Espiritismo)

EXPEDIENTE – O FRATERNISTA
Publicação bimestral do Grupo da Fraternidade Espírita Irmã Scheilla
Comissão Editorial: Antônio Carmo Rubatino, Daltro Rigueira Vianna, Luiz Carlos, Alves Reis e Sueli Fonseca Santos Rodrigues
Equipe Jornalística: Editora e jornalista responsável – Flávia Resende – DRT/MG – 08996 JP, e Maiza Fernandes da Silva
Repórteres: Vivian Teixeira, Kelly Soares, Marcelo Guerra, Flávio Orsini, Rafaella Arruda e Satoru Monaka
Projeto Gráfico: Virgínia Loureiro
Diagramação: Fátima Rubatino e Virgínia Loureiro
Coordenação Geral: Antônio Carmo Rubatino e Daltro Rigueira Viana
R. Aquiles Lobo, 52 – Floresta – Belo Horizonte – MG – CEP: 30150-160 – Tel. (31) 3226-3911

_______________________________________

Navegue pela edição completa:

69° ANIVERSÁRIO DA MOCIDADE ESPÍRITA MARIA JOÃO DE DEUS – MEMJD

Em setembro, a Mocidade Espírita Maria João de Deus completou 69 anos. Como de costume foi comemorado com uma
festividadeLeias Mais

CAFÉ COM ARTE 2017

Entretenimento e confraternização na quadra da CEAL

Leias Mais

“FÉ, ESPERANÇA E CARIDADE” É TEMA DE ENCONTRO FRATERNO

O 91° Encontro Fraterno da 4a Região da Oscal ocorreu no dia 17/09 no Grupo da Fraternidade Espírita Irmã Fabíola, em Santa Luzia.Leias Mais

PARÁBOLA DO BOM SAMARITANO

Mais de 500 participantes assistiram ao Seminário PARÁBOLA DO BOM SAMARITANO, com o conferencista Haroldo Dutra Dias.Leias Mais

EDUCAÇÃO ESPÍRITA EXIGE ESFORÇO PERMANENTE

Na Educação Espírita não existe um limite para o encerramento dos estudos. A ordem é amar e se instruir sempre.Leias Mais

JANTAR DANÇANTE 2017

O Jantar Dançante acontece todos os anos, no mês de junho, em comemoração ao aniversário do Grupo da Fraternidade Irmã Scheilla. Leias Mais

FORMAÇÃO DE AMBIENTES ESPIRITUALIZANTES

Dando continuidade à sequência de artigos sobre as diretrizes do PTP – Programa de Trabalho Permanente – nesta edição trataremos a Leias Mais

A MÚSICA NA CASA ESPÍRITA

Se Deus não amasse a música e os cânticos de toda a natureza, os pássaros nasceriam mudos e um grande silêncio sepultaria o

Leias Mais

TARDE DO CONHECIMENTO: DISSECANDO A OBRA “NO MUNDO MAIOR”

Apesar do pioneirismo em outras décadas já vencidas, o século XX borbulhava de pesquisas e estudos aprofundados acerca dos Leias Mais

O fraternistinha

VAMOS MANTER “VIVOS” E SAUDÁVEIS OS RELACIONAMENTOS COM AS PESSOAS?

Leias Mais